Dirija com mais saúde: confira dicas para eliminar alergias no seu automóvel

Em centros urbanos, como Fortaleza, alergias são comuns e já fazem parte da rotina. Isso se deve, principalmente, aos grandes níveis de poluição das cidades, vindos de indústrias e os milhares de carros que ali transitam 24h.

De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai), 30% da população sofre com alguma sensibilidade alérgica. A rinite é uma delas, que afeta de 10 a 30% dos adultos e até 40% das crianças em todo o mundo.

Espirros constantes, coriza, coceiras e dificuldade para respirar são apenas alguns dos sintomas enfrentados por quem sofre com alergias relacionadas ao pó. As pequenas partículas de sujeira espalhadas pelo ar se acumulam em diversos lugares, inclusive dentro do carro.

Cuidados com o carro

Algumas das soluções contra alergias começam logo na hora da compra do veículo. Um dos principais itens a se observar é o revestimento interno. Existem hoje no mercado opções de tecidos antialérgicos especialmente desenvolvidos para esse fim, mas as melhores opções continuam sendo o couro em sua versão natural ou sintética.

Ar-condicionado

Essa regra também vale para as visitas à oficina. Se o automóvel possui ar-condicionado, é importante realizar a troca do filtro regularmente, de acordo com a especificidade do fabricante. Além disso, é essencial verificar a vedação de portas e janelas, evitando a entrada de poeiras, ácaros e outros elementos invisíveis aos olhos. Verifique regularmente o estado das borrachas e, quando necessário, realize a troca.

Limpeza periódica

Por fim, as limpezas realizadas no veículo devem ser feitas regularmente. Uma vez por semana faça a aspiração dos tecidos automotivos. Além disso, a cada seis meses é importante realizar a higienização completa do seu carro com profissionais especializados.

Categorias:   Saúde